Agradecimentos

A longo dos anos, a ene3 teve várias encarnações, pela mão de várias equipas cheias de pessoas de talento. Aqui fica a nossa pequena homenagem a alguns deles.

Se achas que aqui devias estar, entra em contacto. Somos distraídos, não mal-intencionados. 🙂


avatar-andre_henriquesAndré Henriques 

O co-apresentador original do ene3cast e mestre das notícias, o André partiu para a IGN Portugal no final da primeira temporada do podcast.

É viciado em jogos Hack and Slash, japonesices, música e basquetebol. Podes segui-lo em @AnotherRoundTgv


avatar-ricardo_passosRicardo Passos

Fundador e moderador da Comunidade Gamer Portuguesa, o Ricardo contribuiu para a ene3 anterior com análises frequentes, muitas ideias, e uma participação ativa no podcast, mas o seu ponto forte sempre foi gerir uma comunidade dinâmica.

Atualmente trabalha na Foxbyte.


avatar-cesar_pedreiraCésar Pedreira

Um dos editores da anterior equipa ene3, para além de contribuir com análises para o site, foi o César que criou o nosso logo atual. Obrigado, César!

Para além dos video jogos, é um apaixonado pelo desporto. 

Atualmente, é o homem por detrás da revista digital GamerPress.


Pavatar-paulo_santosaulo Santos 

O Paulo geriu a anterior encarnação a ene3 durante vários anos, antes de partir para fundar a Foxbyte.

Não é um cão. Gosta é muito de cães.

Foi o responsável por actualizar o site para os tempos modernos e montar uma equipa vencedora que manteve a ene3 relevante durante vários anos.

Mais um na longa linha de editores responsáveis por manter a chancela ene3 viva ao longo dos tempos.


DJ Mavatar-DJ_Mindind 

O anonimo mastermind que controla os eventos a partir dos bastidores, o DJ Mind – AKA “Lakitu” – foi o fundador original da ENE3 no longínquo ano de 2003.

Moderador nos agora desaparecidos Fóruns GameOver do Sapo, foi ele que criou a primeira ENE3 e formou a equipa – à qual eu me juntei pouco depois.

Na época, era um site dedicado aos jogos e consolas Nintendo (N3 – N ao Cubo). Desde então, esta misteriosa figura encontra-se semi reformada, apenas mantendo contato ocasional com o editor do site para ter a certeza que a lenda permanece viva.

Obrigado por tudo, DJ!